A Boneca

As atividades do livro eletrônico "Ler e brincar: atividades de leitura literária através da sonoridade na poesia" foram fundadas na concepção de arte de Roman Ingarden e na descrição das estruturas da mente do psicólogo cognitivista Howard Gardner. Assim, desenvolve-se sobre um modelo de abordagem do texto poético que contempla a estrutura da obra literária e a inteligência lingüística. Os estratos do texto possuem correspondência com os níveis de linguagem de que se vale o poeta como expressão maior dessa inteligência. O livro tira partido do fato de que, na leitura do texto literário mediado pelo computador, o leitor aciona essa interação, porque a tecnologia possibilita, através do hipertexto, a concretização dos sentidos na linguagem virtual.


Dado Mágico

O Dado Mágico é um jogo de tabuleiro que põe a criança em contato, de forma lúdica, com questões pertinentes à leitura. Brincando de ler enquanto joga, ela vivencia experiências agradáveis e desagradáveis relacionadas ao encontro com o livro, que a fazem avançar ou recuar no jogo, simulando o que aconteceria se as situações de leitura acontecessem de fato. Cabe salientar que tais situações encobrem aspectos teóricos importantes a serem levados em conta ao longo do processo de formação do leitor. Durante o processo de formação do leitor, inúmeras circunstâncias podem afastá-lo do contato com o texto escrito. Por esse motivo faz-se necessário a figura do mediador de leitura. O mediador não somente aproxima o leitor da obra, mas também acompanha sua trajetória, ajudando-o a vencer barreiras.


Tecelina

Em "Ler e brincar: atividades de leitura literária com jogos de construção narrativa", a narrativa é apresentada em forma de hipertexto, ou seja, com o objetivo de ser percebida de forma não linear pelo leitor. No livro em que foram baseadas as atividades, o narrador conta a história de Tecelina, que tece sua vida através de um emaranhado criado a partir da vida de seus parentes e amigos. Valendo-se dessa metáfora, o jogo permite que o leitor percorra um caminho diferente a cada leitura. Além da navegação por essa história, ainda são apresentadas atividades que trabalham conceitos fundamentais da narrativa, como o tempo, o espaço e a construção das ações das personagens e suas ações.



Conheça Também



Clique para Abrir

Através desta obra, apresentamos uma metodologia para formar leitores nos anos iniciais, guiada pela aproximação entre o livro e o brinquedo, de forma a despertar o gosto pela leitura na infância. Previamente elaborada com base na hermenêutica de Paul Ricoeur, tal metodologia é dividida em cinco etapas, quais sejam: Estímulo lúdico, Leitura, Reflexão sobre a leitura, Atividade criativa e Desfecho lúdico. Para cada uma dessas etapas, oferecemos uma série de atividades, oportunizando a você, leitor, não somente conhecer e compreender a metodologia, como, sobretudo, colocá-la em prática em sala de aula.

Clique para Abrir

A pesquisa integra docentes de quatro Programas de Pós-Graduação de diferentes regiões do País em torno da temática “literatura juvenil e leitura”, com o objetivo de fortalecer essa área em seus Programas e contribuir para sua plena consolidação nos estudos pós-graduados. Visa produzir pesquisa coletiva original e sistemática sobre o tema; realizar reflexão aprofundada sobre a existência de um específico juvenil dentro do campo mais amplo da literatura, investigando verticalmente o estatuto do gênero. Paralelamente, desenvolve uma metodologia alternativa de leitura da literatura juvenil na escola, contendo um banco de textos narrativos brasileiros e um programa de acesso às etapas do trabalho, de modo que o professor possa fazer suas escolhas, planejando, assim, materiais e atividades de leitura para seus alunos: lista de referências, obras em destaque e banco de atividades.